Total de visualizações de página

Pesquisar este blog

quarta-feira, 12 de maio de 2010

GIRIA DE BAIANO

A CULHÃO - De qualquer jeito, na marra; sem interesse
(ópaisso: tudo feito a culhão)
A FACÃO - Algo feito na marra
(ver também na mão grande)
A MIGUÉ - À vontade, de forma esculhambada
A PRONTO E A HORA - Toda hora
A PULSO - À força
À TOA - Parado (que cê tá fazendo aí à toa?)
ABAFA-BANCA - Picolé caseiro, feito na cuba de gelo
ABAIXAR O MEALHEIRO - Soltar grande, liberar dinheiro
ABECÊ - Abecedário
ABESTALHADO/BESTALHADO - Bobo
ABILOLADO - Maluco; abobalhado
ABRIR O GÁS - Se mandar, ir embora
ABRIRAM A PORTA DO CEMITÉRIO! - Lá vem mulher feia!
ABUSAR - Perturbar, encher o saco (mainha, manda Cecilia parar de me abusar!)
ADIJUTÓRIO/ADIJUNTÓRIO - Ajuda
AFETADO (MENINO) - Menino com jeito de fresco
AFITIM - Cheiro de algo que começa a ficar podre
AFF! - Puxa vida!
AGRESTE - Bruto, mal educado; chegado a uma baixaria
AGRESTIA - Baixaria, mau gosto (deixe de agrestia!)
AGONIADO - Aflito, apressado
ÁGUA-DURA - Cachaça
AIMPIM - Aipim
ALEIVE - Mentira, absurdo (ê aleive!)
ALFERES - Puxa-puxa (nome correto: alféloa)
ALTEAR - Aumentar o volume (do rádio)
ALUADO - Abobalhado, desligado, de lua
ALVARENTO - Branco, esbranquiçado
AMARRADO DE CORDA - Mal acabado, remendado ou enrustido; algo difícil de sair ou de se resolver
AMASSADO (ROUPA) - Amarrotado
AMIGO IRMÃO - Amigo de fé
AMIGO SECRETO - Amigo oculto
ANDA, VIRA, VOLTA - Volta e meia, vez por outra
ANTENADO - Maluco
AONDE - De jeito nenhum (em resposta a uma questão: "Você vai comprar isso?" "Aonde?!"
APARADEIRA - Parteira
APAZ - Rapaz, cara (você vai sempre? Apaz, sei não...)
APOQUENTADO - Nervoso, irritado
APREÇAR - Procurar saber o preço
ARABACA - Carro velho
ARENGUEIRO - Que procura confusão
ARERÊ - Confusão, agito
ARGOLA - Qualquer tipo de brinco
ARGOLADO - Ferrado, danado; amarrado para casamento
ARMADO - De pau duro (o cara ficou logo armado, rei!)
ARMENGUE - Improviso, gambiarra; pessoa ou coisa feia, mal ajambrada
ARRAIA - Pipa (hoje eu vou empinar arraia)
ARRASTAR ASA - Dar bola, estar a fim de alguém
ARRELIAR - Fazer pouco caso
ARRIAR O BALAIO - Abrir o jogo, contar tudo
ARRIBAR - Levantar; ir embora
ARROCHADO - Metido a valente; roubado
ARRODEAR - Dar a volta (arrodear o quarteirão)
ARROMBA PEITO - Cigarro muito forte
ARROZ DOCE - Pessoa que está em toda festa ou em todo lugar, que está em todas
ASSANHADO - Despenteado (eu curto seu cabelo assim... assanhado)
ASSENTO - Selim (de bicicleta)
ASSISTIR (O JOGO) - Ouvir pelo rádio (ontem assisti o BAxVI aqui mesmo na portaria do prédio)
ASSUNTAR - Prestar atenção
ASTUCIAR / ESTUCIAR - Inventar histórias
ATIRADO - Ousado; que se mete sem ser chamado
ATOLEIMADO - Lerdo, bobo
AÚ - Debique (movimento de queda e subida da pipa); movimento de capoeira
AUÊ - Zorra, agito
AVE MARIA! - Interjeição pra qualquer situação
AVEXADO - Apressado
AVIONADO - Disparado, correndo muito
AVOADO - Desligado
AVOAR - Voar
AXÉ! - Salve!; muita energia, muita força!
AZAR BUTICÃO - Tomara que você erre (azar buticão dendê, pra tu perder)
AZUADO - Pertubado
AZURETADO - Invocado

BABA - Racha, pelada
BABATAR - Querer pegar em algo e não conseguir
BACIO - Penico
BACURI / BACURIM - Criança recém-nascida; filho
BADAMEIRO - Pessoa que vive de catar coisas no lixo
BADOGUE - Atiradeira
BADOGUEIRA -Mulher feia (ver também jaburu)
BAGANEIRO - Atacadista do interior que vende nas feiras da capital
BAGO MOLE - Lento (pessoa)
BAGUNHAR - Segurar firme; tomar algo na raça
BAHIA / BAHÊA - Cara (ô bahêa, quanto é isso aqui?)
BALEADO - Queimado (jogo)
BANANA-MOLE - Lento, lerdo ou devagar
BANCA - Estudo particular (meu filho faz banca de português)
BANDA - Pedaço, parte
BANDA-VOOU - Cuca fresca, pessoa largada; quem topa tudo
BANHA-DE-CACAU - Manteiga de cacau
BANHO-DE-CUIA - Lençol (futebol)
BARANDÃO - Pedra para tirar arraia presa; brincadeira infantil
BARÃO - Gente rica, milionário
BARONA - Milionária; madame
BARRIGA-DE-PURGA-PRENHA - Barriga grande
BARRUFAR - Assoprar com a boca cheia de água
BATER A CAÇULETA - Morrer
BATER FIXE - Dar um pau firme em alguém
BATER NO FUNDO - Bater na traseira (carro)
BATER UMA CAIXA - Levar um papo
BATEU NA PIÇARRA - Já era, coisa ultrapassada
BEINHO - Benzinho
BEIÇADO - Mal cortado (pano ou papel)
BELISQUINHO - Beliscão pequeno
BEQUITRANQUE - Esporro, regulagem (dar um bequitranque ou levar um bequitranque)
BESTAGEM - Bobagem, babaquice
BESUNTADO - Sujo
BEXIGADO - Pintado, manchado (rosto)
BIBIANO - Lamparina, candeeiro
BIRIBANO - Pivete, moleque
BISAGA - Dobradiça
BISPAR - Sacar, moleque
BOA-BISCA - Que não corresponde, que não se esperava (aquele cara é uma boa bisca!)
BOCA-DE-ZERO-NOVE - Lugar de se dar mal
BOCA-DE-LOBA - Bueiro
BOCA-DE-SAMBA-CANÇÃO - Boquirroto, falastrão
BOCA-DE-TRAVE - Pessoas sem os incisivos superiores
BOCABERTO - Estarrecido, surpreso; abobalhado
BOCADA - Local perigoso; coisa boa
BOCAPIU - Sacola de palha; recomendação para ficar de boca fechada ao saber de um segredo
BODOSO - Mal cheiroso, sujo
BOIADO - Cansado
BOIAR - Cansar
BOLACHA - Biscoito
BOLACHA-QUEBRADA - Moleza, negócio de oportunidade (comprei esse carro barato, uma bolacha-quebrada!)
BOLINHO-DE-ESTUDANTE - Bolinho de tapioca
BOLODÓRIO - Confusão; conversa fiada
BOMBEIRO - Frentista de posto
BOMBOM - Bala (ver também confeito e queimado)
BORA? - Vamos? (bora brincar?)
BORBOLETA - Torniquete de ônibus
BORIMBORA - Vamos embora
BORRACHUDO - Ônibus
BORRÃO - Rascunho
BOTAR GOSTO RUIM - Melar, atrapalhar um negócio; perturbar; colocar defeito
BOTAR PILHA - Botar fogo, estimular briga
BOZENGA - Mulher feia, de baixo astral
BOZENGAR - Soltar a franga, galinhar
BOZÓ - Despacho de macumba
BRAGUEADO -Cansado , atrapalhado
BRAU - Cafona; de mau gosto
BREADO - Sujo
BREFA - Segunda de cigarro; baile popular
BREGUECES / BREGUEÇOS - Móveis e utensílios, coisas de alguém (carregue logo seus bregueços!)
BRINCAR DE CAPITÃO - Brincar de jogar pedrinhas
BRÔCO - Desorientado, desordenado; velho esclerótico
BODUM - Fedor
BUFENTO - Empoeirado (tecido de dor escura quando vai perdendo a cor ou recebe poeira)
BUJÃO - Gordinha das ancas largas
BULIR - Mexer, tocar (não bula aí, menino!)
BURNIR - Lustrar, polir
BURUCUTU - Aí então, dessa forma (eu tava correndo e, burucutu, caí)
BUZU - Ônibus
CABEÇA-DE-ARROMBA-NAVIO - Cabeça grande
CABEDAL - Patrimônio
CABELO-DE-ARAPUÃ - Cabelo assanhado, desgrenhado
CABELO NINHO-DE-QUEREQUECHÉ - Cabelo desgrenhado
CABORÉ - Bule de café de barro
CABO-VERDE - Negro de cabelo fino ou liso
CACARECO - Mudança de pobre, bagulho
CACHAÇÃO - Tapa na cabeça ou no pescoço
CACHORRO MAGRO - Quem come na casa de alguém e sai logo em seguida
CACO - Vaso de planta
CAFÉ CHOCO - Café requentado
CAFÉ COM LEITE - Criança que entra na brincadeira, mas não é à vera, não são contados seus pontos
CAFUA - Lugar pequeno e apertado; lugar de bagulho
CAGADO E CUSPIDO - Idêntico, muito parecido
CAIR CACAU - Chover
CAIR MATANDO - Comer tudo; não deixar falar; dar porrada
CAIR NA TACA - Apanhar (ele mentiu, aí caiu na taca)
CAIXÃO E VELA - Morreu aí, não há mais o que fazer; dançar em alguma coisa
CALANGO VERDE - Soldado do exército
CALCETEIRO - Quebrador de pedra; assentador de paralelepípedo
CALÇOLA - Calcinha
CALIFON - Sutiã, porta-seios
CAMBITO - Perna fina
CAMPADO - Fudido (tô campado!)
CANETAR - Entregar alguém, dedurar (ver encanar); multar (O guarda canetou seu carro!)
CANGALHA - Cambota, de pernas arcadas
CANGANHA - Confusão
CANGANHEIRO - Que procura confusão, encrenqueiro, que cria caso, que dificulta as coisas
CANGUINHA - Pão-duro
CANGUINHAGEM - Pão-durismo
CANTIPORA - Recipiente de metal para sorvete caseiro, que o vendedor usa na rua
CÃO CHUPANDO MANGA - Diz-se de alguém bom em alguma coisa (no voleibol, Daniel é o cão chupando manga!)
CÃO DE CALÇOLÃO - Diz-se de alguém bom em alguma coisa; coisa ou pessoa feia, horrorosa
CAPOTE - Casaco de frio; carne com uma capa de gordura por cima
CAQUEIRO - Vaso de planta
CARA-DE-FUINHA - Pessoa com o nariz achatado ou defeituoso
CARECER - Precisar (carece não, viu?)
CARNE-DE-FUMEIRO - Carne de porco defumada
CARNE-DE-PESCOÇO - Pessoa difícil de tratar; teimoso
CARNE-DE-SERTÃO - Carne-seca
CARNE-PASSADA - Carne moída
CAROARA - Tremedeira nas pernas
CARTEIRA - Mesa de trabalho
CASQUINHA - Pão--durismo
CATIOPIU - Transa sexual (jogar um catiopiu)
CATROCA - Cambota
CAVALINHO - Papa-fumo (inseto)
CAXIXE - Grilagem
CERCA-LOURENÇO - Frescura, nove-horas, complicação (esse cara tá cheio de cerca-lourenço!)
CERTA FEITA - Uma vez (certa feita eu ia passando por ali e...)
CEVADO - Gordo, forte
CHAMAR CACHORRO DE CACHO - Estar totalmente bêbado, não pronunciando mais as sílabas finais das palavras
CHAMAR HUGO - Estar vomitando por estar embriagado
CHAPA - Dentadura
CHAPARIA - Lanternagem
CHAPISTA - Lanterneiro
CHAVE-DE-CADEIA - Mulher que dá encrenca
CHAVE-DE-ENGENHEIRO - Chave inglesa com regulagem
CHAVECAR - Encher o saco
CHECRETÉ - Doido, abilolado
CHEGA FIQUEI - Até fiquei (corri tanto que chega fiquei com dor de facão)
CHEGUE - Vem cá (chegue, meu nego, cheque)
CHEGUE À FRENTE - Entre, participe da conversa
CHEGUE MAIS - Vem cá, chega pro grupo, entre na minha
CHEGUEI - Qualidade de um objeto de cor viva, que chama atenção (a roupa dela é muito cheguei)
CHEIO DE EFES E ERRES - Cheio de onda, metido
CHEIO DE GUÉRI-GUÉR - Cheio de onda
CHEIO DE NÓS PELAS COSTAS - Alguém enrolado, complicado
CHEIO DE NOVE-HORAS - Cheio de complicação, enrolado
CHEIO DO PAU - Bêbado
CHEIRANDO A ALHO - Novinho (rapaz, o carro de Lena tá cheirando a alho!)
CHIADA - Reclamação (deixe de chiada! ou então: esse cara é cheio de chiada
CHIMANGO - Biscoitinho de vento
CHORORÔ - Choradeira (quando eu fui embora foi o maior chororô.)
CHOVENDO E FALTANDO ÁGUA - Paqueras mil e não rola nada
CHUPA-MOLHO - Carne de segunda com osso
CHUPETA - Sola (futebol)
CHURRIO - Vaia
CINTURÃO - Cinto
CLASSIFICADOR - Pasta de papelão (escola)
COBERTA - Lençol
COCADA - Cupido, leva-recados de namoro
COCADA-DE-AMENDOIM - Pé-de-moleque
COM CERTEZA - Pode crer (usado sempre como interjeição, respondendo afirmativamente)
COM CERTEZA, SEM MEDO DE ERRAR! - Usado como interjeição, geralmente como reforço de uma fofoca ou gozação
COMER ÁGUA - Beber (bebida alcoólica)
COMER BARRO - Comer mosca, vacilar
COMER COM COENTRO - Fazer algo com facilidade
COMER COM FARINHA - Fazer algo facilmente (isso aí é mole, eu como com farinha)
COMIDILHA - Roubalheira, corrupção
COMO QUÊ - Pra cacete (o café tá quente como quê!)
COMO SEM FALTA - Sem falta (te entrego amanhã, como sem falta)
COMONGOL - Combongó
CONFEITO - Bala (ver também bombom e queimado)
CONSUMIÇÃO - Encheção de saco; agonia; preocupação
CORRENTE - Gente fina, amigo de fé; cordão (jóia)
CORRER (A CASA) - Visitar, conhecer a casa
CORRÓ - Pequeno, de menor
CORROPIO - Rodopio
CORTAR VOLTA - Ficar enrolando pra contar alguma coisa (conte logo, rapaz fica aí cortando volta, ôxe!)
COURO COMEU - Houve briga (aí o couro comeu!)
COURO-DE-PICA - Alguém chato, enrolado (pô, cara, você é mais enrolado que couro-de-pica!)
COZINHAR O GALO - Enrolar, fazer corpo mole
CRECA - Ferida infectada; pontos de ferrugem em carro
CRENDEUSPAI! - Creio em Deus Pai!
CRIAR CABELO - Deixar o cabelo crescer
CRIATURA - Pessoa, alguém (conheci uma criatura...)
CU-DE-BOI - Confusão
CU-DE-SANTO - Caxias
CUBAR - Ficar na espreita, vigiar
CUCURUTE - Cascudo, cocorote
CULHUDA - Mentira
CULHUDEIRO - Mentiroso
CUNZINHA - Cozinha
CURIAR - Olhar ou observar com curiosidade
CURRUTE - Diz-se do cereal duro, mal cozido (o feijão tá de currute)
CURRIÃO - Cinto
CUSPIDO E ESCARRADO - Idêntico, muito parecido
CUXIM - Assento
CUZICADO - Remendado
DA RETRINCA - Do caralho, do cacete
DADA - Simpática, agradável, prestativa (Alice é uma pessoa muito dada)
DAQUI PRA - Até (daqui pra sexta-feira eu te entrego)
DAQUI PRALI - Logo, de imediato (pra esse cara arrumar confusão é daqui prali!)
DAR - Tomar aula de (hoje dei física e inglês na escola)
DAR BIRRO - Dar calote
DAR BROCA - Dar uma porrada
DAR COM A MÃO - Dar adeus; fazer sinais
DAR ESPETO - Dar calote
DAR LÍNGUA - Fazer careta
DAR NO COURO - Conseguir transar; conseguir fazer alguma coisa
DAR NOME - Falar palavrão
DAR O GÁS - Se mandar
DAR O LEITE - Dar a dica, dar o macete
DAR OZADIA - Dar espaço para, dar uma brecha (deu ouzadia... agora, todo dia, ele vai querer um pouquinho.)
DAR RASTEIRA EM COBRA - Cambalear (bêbado)
DAR SUSTANÇA - Dar forças, dar tesão (caldo de sururu dá uma sustança!)
DAR TESTA
Enfrentar, reagir à altura
DAR TRELA - Dar corda, alimentar conversa; dar moleza
DAR UM AGRADO - Dar uma gorjeta
DAR UM AMASSO - Dar um arrocho, tirar um sarro
DAR UM BEIÇO - Dar um beijo, fazer carinho
DAR UM NÓ - Driblar (futebol)
DAR UM PARADEIRO - Parar
DAR UM PITÓ - Dar uma bronca, dar um esporro
DAR UM SALTO NA CIDADE - Ir à cidade
DAR UM SEIXO - Dar calote, sair sem pagar
DAR UM TANGOLUMANGO - Dar errado de repente, de forma imprevista; ter um acesso de raiva
DAR UM TIRO - Pedir preço muito alto por alguma coisa (pô quando eu perguntei quanto era, o cara deu umtiro retado!)
DAR UM TRANCO - Dar um arrocho, tirar um sarro (ver também dar um amasso)
DAR UMA DURA - Dar um corte em alguém
DAR UMA INCERTA - Chegar de repente sem avisar, para fiscalizar algo
DAR UMA REGULAGEM - Dar um esporro
DAR UMA ROUBADA - Dirigir um pequeno trecho na contra-mão
DE ACORDO A METRAGEM - Conforme o tamanho
DE BICUDA - De bico (futebol)
DE BOMBEIRA - De bobeira
DE BOTUCA - Olhando, corujando (tô aqui só de botuca)
DÊ CÁ - Me dá (dê cá isso aí, menino!)
DE CAJU EM CAJU - Uma vez ou outra
DE FULANO - Do fulano (esse lápis é de Maria)
DE GRUPO - Mentiras (Clarissa, você tá de grupo comigo!)
DE HIPÓTESE ALGUMA - Em hipótese alguma
DE HOJE - Há muito tempo (de hoje que eu tô aqui esperando!)
DE HOJE A OITO - Semana que vem
DE HOJE A QUINZE - Daqui a quinze dias
DE JEITO E QUALIDADE - De forma alguma
DE JUNTO - Perto, próximo
DE MARCA - Objeto de loja ou griffe famosa
DE MEIA NOITE - À meia noite (só durmo de meia noite)
DE MENOR - Menor de idade
DE PAULISTA - De charle (futebol)
DE PREGA - O mesmo que "na prega", à toa coçando o saco
DE PRIMA - De primeira (futebol)
DE REVESGÜELA - De raspão
DE RUMA - Muito, de montão
DEBAIXO DA SAIA - Entre as pernas (futebol); protegido, apaniguado
DEDEIRA - Bola de jogo (gude)
DEFRONTE - Em frente
DEIXE ESTAR!... OU DEIX'STAR!... OU DESTÁ - Cê vai ver!... (deix'star, jacaré, que seu dia chega!)
DELEGADO - Cara que não solta a bola
DENTE QUEIRO - Dente siso
DENTRO D'ÁGUA - Na pior, numa bananosa
DEPENDURADO - Perdurado (fica aí o dia inteiro dependurado no telefone!)
DERRUBADO - Feio, desajeitado, fudido
DESACERTO - Azar (ando dando o maior desacerto na vida, cara!)
DESANDAR (O BOLO) - Perder o ponto da massa (ih, Adriana, seu bolo desandou!)
DESAPARTA-PUTA - Perfume barato; o mesmo que espanta nigrinha
DESAPARTAR - Separar
DESASNAR - Aprender algo; deslanchar, pegar o pique
DESASSUNTADO - Sem vergonha
DESBUSSOLADO - Perdido, desorientado
DESCALQUEADO - Sem planos
DESCAMBIXADO - Desanimado, com ar de cansado
DESCANSAR - Parir
DESCARAÇÃO - Pouca vergonha
DESCARGO - Desencargo
DESCARREGO - Desencargo (vamos testar, só pra descarrego de consciência.)
DESCASCAR UMA - Bater punheta
DESCOMPOSTURA - Esporro, bronca (passei-lhe uma descompostura!)
DESCOMPREENDIDO - Que não se manca
DESEMBORCAR - Desvirar, colocar em pé direito (Lourdinha, desemborque esse sapato senão a mãe morre!)
DESENCHER - Esvaziar (desencha a bola aí, Samurai!)
DESENFASTIOSO - Que tira o fastio, que faz digestão
DESENXABIDO / DESENXAVIDO - Fora do ar, sem tesão, desanimado
DESMARCADO - Quem tem cacete grande, fora do normal (ver também rendido)
DESMENTIR - Contundir, destroncar (eles desmentiu o braço)
DESMILINGUIDO - Sem graça; desconjuntado
DESPACHADO - Eficiente, safo
DESPAGINADO - Perdido, desorientado
DESPARTIDO - Desvantagem (dois contra um é o maior despartido)
DESPELAR - Descascar (a pele, queimada de praia)
DESPINGUELADO - Rápido; desarrumado; acabado
DESPIROCADO - Maluco, louco, azuado
DESPONGAR - Descer do ônibus, do trem ou do bonde
DESTABOCADO - Puto da vida
DESTORCER - Alinhar, acertar (destorcer o arame)
DESTRAMBELHADO - Desarrumado, desajeitado
DESTROCAR - Trocar (dinheiro)
DEUS É MAIS! - Podes crer!
DEUS QUE ME LIVRE - Deu me livre
DEZ-PRAS-DUAS - Pessoa que anda com os pés virados para fora (vai até quinze-pras-três...)
DIA DE SEXTA-FEIRA - Às sextas-feiras (só passeio dia de sexta-feira). Vale para qualquer dia
DIBICAR - Gozar, fazer pouco caso
DIGAÍ! - Cumequié?, o que é que há?
DIZER DIXOTE - Falar piadinha, jogar indiretas; debochar
DIZER LIBERDADE - Ser petulante, falar com o respeito
DOR DE CORNO - Dor de cotovelo
DOR DE FACÃO - Dor no baço (depois de algum esforço)
DOR DE VIADO - Dor no baço
DOR DE VIÚVA - Choque com o cotovelo
DORDOLHO - Terçol
DOS TEMPO - Há muito tempo
DOZE HORAS DA NOITE - Meia-noite
DOZE HORAS DO DIA - Meio-dia
É GRAÇA?! - É mole?!; você já sabe, né? (para pessoas, quando alguém arma alguma coisa: Marilza é graça?!)
É NINHUA - Nada pra você (qual é a sua? é ninhua, rei!)
É TACA! - é difícil!
É UMA MOÇA - Diz-se de alguém muito educado (João Barão é uma moça!)
ECLÉR - Fecheclér, zíper
EDCÉTERA - Etcétera
EMBORCAR - Virar de cabeça ou de boca pra baixo (Madalena, quem mandou emborcar esses copos?)
EM COMUNICAÇÃO - Ocupado (telefone) (te liguei, mas seu telefone tava em comunicação direto!)
EM DIAS - Em dia
EM DOIS - Nós dois, éramos dois (nós fomos em dois)
EMBOLAR (O CARRO) - Falhar o motor
EMBRECHADA - Grávida
EMPATA-FODA - Pessoa inconveniente, que aparece na hora errada
EMPATAR - Perturbar, atrapalhar, (você tá empatando meu trabalho)
EMPAXADO - Que comeu além da conta e não: fez a digestão
EMPENCADO - Acompanhado de um monte de gente
EMPERIQUITADA - Elegante, toda arrumada
EMPESTEADO - Cheio de alguma coisa, infestado (ópaisso, Daniela tá com a cabeça empesteada de piolho!)
EMPINAR ARRAIA - Soltar pipa
EMPLEITEIRO - Empreiteiro
EMPRENHAR-SE PELO OUVIDO - Dar ouvido a fofocas
ENCAFIFAR - Ficar intrigado; ficar surpreso e na sua; ficar recolhido
ENCANADOR - Dedurar (vou te encanar pra mainha)
ENCARCADINHO - Alguém sem pescoço
ENCARCAR - Enfiar apertado; enfiar tudo
ENCOSTO - Feitiço, mau olhado
ENCRUADO - Ressecado
ENCURTAR CONVERSA - Resumir, finalizar (... pra encurtar conversa, aí ele chegou e resolveu o problema)
ENFASTIADO - De saco cheio, desanimado
ENFATIOTADO - Enfeitado, bem arrumado (ver emperiquitada)
ENFIAR BUFA NO CORDÃO - Passar o tempo livre de obrigações, ficar à toa
ENFONAR - Não cumprir um compromisso, dar bolo
ENFUSADO - Guardado, preso, recolhido (Josete vive enfusada dentro de casa, estudando)
ENGALANADO - Enfeitado para desfile
ENGARGUELAR - Enforcar
ENGRISILHA - Rolo, coisa enrolada, confusão
ENGROSSANTE - Mingau de farinha de mandioca ou maizena
ENGÜIAR - Engolfar; engasgar; enjoar
ENRICAR - Ficar rico, enriquecer
ENROLADO NO XALE DA DOIDA - Cheio de coisas pra fazer e confuso - (Nico Barão vive enrolado no xale da doida)
ENROLAR (O VOLANTE) - Virar o volante, fazer uma volta
ENROLAR - Embrulhar (enrola pra mim dois pacotes de manteiga)
ENTOJO - Enjôo de mulher grávida
ENTRUPICAR - Tropeçar
ENTUPIDO - Com prisão de ventre (Aline, não coma araçá pra não ficar entupida!)
ENXAME DE GENTE - Muita gente
ESBREGUE - Bronca, carão
ESBUGUELADO - Estragado, arrebentado
ESCALIFADO - estragado
ESCALIFAR - O mesmo que destruir
ESCANCHAR - Colocar uma criança na cintura com as pernas abertas
ESCAPULIU, TUDO ARREIA! - Jogou, tá jogado!
ESCARREIRADO - Apressado
ESCORNADO - Muito cansado (esparramado); de ressaca
ESCORREGA,, SEBOSO! - Corta essa!; sai dessa!
ESCORRIMENTO - Corrimento vaginal
ESMAGRECER - Emagrecer
ESMOLÉR - Mendigo
ESPALITAR - Palitar os dentes
ESPANTA-NIGRINHA - Perfume barato
ESPARRO - Fria (o cara entrou (caiu) no maior esparro!)
ESPERDIÇAR - Desperdiçar
ESPERRETETÊ - Esporro, barulho
ESPINHELA CAÍDA - Dor no peito
ESPÍRITO-SANTO-DE-ORELHA - Leva-recados, fofoqueiro
ESPORRETEADO - Cara da cabeça quente, pavio curto
ESPREME-GATO - Gata-espremida (brincadeira infantil)
ESSA MENINA - Tipo de tratamento vocativo: - ô essa menina, venha cá!
ESTILO - Educação (tome estilo, Fabiana!)
ESTOUVADO - Grosseiro; estabanado
ESTRAMBÓLICO - Complicado, enrolado
ESTROPIADO - Todo ferido
ESTUQUIADO - Arrepiado (cabelo)
ESTUQUIAR - Cortar, desbastar o cabelo
ÊTA! - Poxa!
EU MESMO NÃO - Eu não (eu mesmo não gosto de cinema)
FÁBRICA - Escola pagou-passou
FALAPAU - Cachaçada, farra
FALAR MAIS QUE A NEGA DO LEITE - Falar muito
FALAR OZADIA - Falar palavrão ou de coisas obscenas
FANTA - Cassete de polícia
FANTASIA - Bijuteria
FARDA - Uniforme escolar
FARINHA DE GUERRA - Farinha de mandioca
FARÓFIA - Farofa
FASTIADO - Enjoado (ver empaxado)
FATIA-DE-PARIDA - Rabanada
FÁTIMA - Esmalte de unhas
FAZ BEM UMA HORA - Há uma hora
FAZEDOR-DE-ANJO - Médico ou leigo que faz aborto
FAZENDA - Pano, tecido (me dê três metros dessa fazenda aqui)
FAZER - Dizer (aí ele fez assim...)
FAZER A FORÇA - Trocar, consertar o pneu furado
FAZER BODE - Roubar objetos da empresa onde se trabalha
FAZER ENXAME - Juntar gente, fazer estardalhaço
FAZER FIGA - Causar inveja; torcer
FAZER MAL - Desvirginar
FAZER NERO - Fazer touca no cabelo
FAZER O BALÃO - Fazer o retorno (no trânsito)
FAZER TERRA - Tirar sarro em ônibus cheio (com gente desconhecida)
FECHA A PORTA, MARIA - Dormideira (plantinha que se fecha quando tocada)
FEBRENTO - Zangado
FEIÇO - Mau cheiro
FETO - Espécie de samambaia (Gisa tem um monte de feto em casa)
FICAR DE GRANDE - Ficar de fora e por cima, na maior
FICAR DE RECUPERAÇÃO - Ficar de segunda época
FICAR NO BARRICÃO - Ficar pra titia
FICAR PRONTO - Ficar "legal" após beber algo, ficar alto
FICHINHA - Coisa fácil; pessoa inexperiente ou fraca em alguma coisa
FIFÓ - Lamparina
FILAR AULA - Matar aula
FILHO PECO - Filho abortado
FILIPINHO - Banana geminada
FIM-DE-LINHA - Ponto final; área nas cercanias do ponto final do ônibus
FIQUE, VIU? - Ameaça de agressão, para que alguém deixe de pertubar o outro
FITEIRO - Alguém que faz fita; que tira onda
FITIFIU - Vaia
FOI MAL - Desculpe
FÕINHA - Pessoa fanha, fanhoso
FOLOZADO - Folgado, desrregulado; caindo aos pedaços
FONHÉM - Pessoa fanha, fanhoso
FORA À PARTE - Fora, não incluído
FORA DO TEMPO - Desrregulado (carro)
FORRAR (O LIVRO) - Encapar o livro
FOVEIRO - Desbotado, esmaecido
FRAÇÃO IMPRÓPRIA - Mulher de ombros largos e quadris estreitos
FRASCO - Qualquer tipo de recipiente de vidro
FREGUÊS - Usado tanto para o vendedor como para o comprador (ô freguês, me dê um caranguejo aí!)
FREN - Amigo, cara (corruptela de friend)
FRETAR - Flertar, se abrir
FRIGIDÉR - Geladeira
FRISAR (O CABELO) - Cachear o cabelo
FRIZA - Freezer (Neguinho, bote a cerveja na friza!)
FUBAZENTO - De cor cinza, esmaecido
FUBENTO - Sem cor, sem brilho, desbotado
FUBUIA - Cachaça, cana, cachaçada (hoje vou tomar umas fubuias)
FULINHA - Calendário, folhinha
FULUSTRECO - Fulaninho de segunda categoria
FUNCIONAR (O MOTOR) - Ligar o motor do carro
FURA-PÉ - Jogo de infinco (brincadeira infantil)
GABINE - Cabine
GABIRU - Caipira, gente da roça
GAIA - Chifre (relativo a corno)
GAITADA - Risada alta, gargalhada
GAIVA - Papo furado
GALA-RALA - Diz-se do homem que não consegue fazer filhos
GALALAU - Magro e alto
GALEO - Louro
GALERA DO MAL - A turma, a patota
GALINHA GORDA - Jogar pro avanço, jogar prendas pra a molecada disputar
GALUPIM - Tênis (sapato)
GAMBIARRA - Amante, namorada sem compromisso
GANANÇA - Ganância
GANCHO (DA CALÇA) - Gavião (parte da calça entre a cintura e as costas, passando por entre as pernas)
GANHADOR - Carregador em estações de trem
GANHAR PRA ALGUÉM - Ganhar de alguém (Cyntia, ganhei pra você, viu?)
GARAPA - Qualquer refresco muito doce
GARGANTEIRO - Quem fala muito
GÁS - Querosene
GASOSA-DE-LIMÃO - Refrigerante (soda limonada)
GASTURA - Nervoso (quando o giz escorrega no quadro: "não faz assim, me dá a maior gastura"); sensação de fome contínua
GATA - Empreiteira fajuta
GAZO - Louro sardento
GELADINHO - Sorvete no saquinho
GINGE - Nervoso (quando o giz escorrega no quadro) (ver gastura)
GRADE (DE CERVEJA) - Caixa de cerveja
GRAFITE - Lapiseira
GRANDE - Cara (vocativo) (ô grande, dê uma ajuda aqui.)
GRAXEIRA - Empregada doméstica
GRUDENTA - Pessoa carente que requer atenção em demasia, viscosa
GUARANÁ - Qualquer refrigerante (me dê um guaraná de limão aí!)
GUERROU! - Salve! (na brincadeira de pique-esconde)
GUINDÃO - Guidom
GUNHO - Puxada rápida da pipa
GURITA - Guarita
HÉURIS - Cara (qual é, meu héuris?)
HOME QUÁ, ORA VEJA! - Me deixe!
HOME QUÁ, SINHÔ, ME DEIXE! - Me deixa em paz!
HUMILHANTE - Ônibus
JABURU - Mulher feia (tremendo jaburu!) (ver também badogueira)
JANTE - Roda (de carro)
JEGUE-MANSO - Come-quieto
JOGAR O BARRO NA PAREDE - Jogar uma indireta prá ver se cola
JOGAR OS CAJÁS - Botar pra quebrar
JÓQUEI DE CABRITO - Pessoa de baixa estatura
LÁ ELE - Outra pessoa, não eu
LAMBICADO - Com o nariz lambuzado, escorrendo
LAMBISGÓIA - Mulher magrinha e sem graça
LAPISEIRA - Apontador de lápis
LASCAR - Rasgar
LATRINA - Vaso sanitário
LAVANDERIA - Tanque
LAVAR A JEGA - Se dar bem, lavar a égua
LAVAR A PINTURA - Lavar o carro só por fora
LAVAR ROUPA DE GANHO - Lavar roupa pra fora
LENHADO - Em má situação, em mau estado.
LER DE CARREIRINHA - Ler depressa
LESEIRA - Preguiça
LESO - Bobo (ele é todo leso)
LEVAR BACULEJO - Ser revistado pela polícia
LEVAR UM CHEPO - Levar um fora
LERA - Ironia, gracinha, provocação
LEXÉU - Carro em mau estado; esculhambado
LIBERTA - Avançada, galinha (usado geralmente para as mulheres)
LICENÇA / CENÇA AÍ - Licença (em brincadeiras infantis: "Estátua! licenciado, Daniel mudou de posição!")
LIGANTE - Mistura alcoólica, tipo batida, que faz a cabeça rapidinho
LIMAR - Queimar, tirar da jogada, deixar de fora
LISAR A ROUPA - Passar a roupa
LISO, LESO E LOUCO - Duro, sem grana
LORDE - Arrumado, educado
LOURA-A-PULSO - Falsa loura, loura oxigenada
LUTRIDO - Ousado, metido
MACHUCADO - Amarrotado (o paletó tá é machucado!); machucar (uma fruta); Amassar (mainha, hoje quero banana machucada com leite Ninho!)
MADORNA - Sesta
MAGAREFE - Pessoa que mata e esquarteja o boi
MAGOAR - Machucar um lugar já machucado
MAIS - Com (Eu vou mais Flávia pra Morro de São Paulo)
MAIS EU - Comigo (você vai mais eu?)
MAIS LOGO - Logo mais
MAIS NUNCA - Nunca mais
MAL DOS QUARTOS - Nevralgia ou dores nos quadris
MALAMANHADO - Desarrumado; mal feito
MALASSADO - Carne frita e cozida (mal passada)
MALDAR - Agir ou concluir com malícia
MALESTROSO - Mau elemento, marginal
MALFAZEJO - Tarado
MALINAR - Traquinar, perturbar
MALINO (MENINO) - Menino perturbado, que mexe em tudo
MALMENTE - Mal (ele malmente sabe falar o português, que dirá inglês)
MAMÃO - Carro com a lanternagem estragada ou mal feita; serviço ou coisa mal feita; mulher feia
MANDU - Problema, confusão (resolva seu mandu)
MANGANGÃO - Autoridade; manda-chuva
MANGUE - Confusão
MÃO-DE-FIGA - Pão-duro
MAREADA - Aérea, solta (no carnaval, Salvador fica mareadinha, mareadinha...)
MARINETE - Ônibus
MARRETEIRO - Caloteiro, trambiqueiro
MASSA! - Legal! jóia!
MASSA REAL! - Legal!, jóia!
MATRACAR - Falar mal da vida dos outros (êta, Renata, pare de matracar!)
ME BATA UM ABACATE! - Peraí, qual é, essa não!
ME FAÇA UMA GARAPA! - Peraí, qual é, essa não!
ME FIAR - Confiar (Dadinha, vou me fiar em você na prova amanhã, viu?)
MEALHEIRO / MEAEIRO - Cofrinho de dinheiro (porquinho)
MEDECÊ - MDC (máximo divisor comum)
MÉDIO - Mais ou menos
MEEIRO - Mais ou menos; sócio
MEIA-FODA - Cara pequeno, de baixa estatura (ver tamborete de puta)
MELADINHA - Cachaça com ervas que se serve para festejar o nascimento de um bebê
MELADO - Cheio de cachaça, bêbado (ver cheio do pau)
MELAR - Sujar
MEMECÊ - MMC (mínimo múltiplo comum)
MENORZINHO - Cafezinho
Merenda - Lanche
MERENDADO - Bêbado; maconhado
METIDO A GÁS-COM-ÁGUA - Pernóstico
MEU BOM - Meu chapa
MEU BRANCO - Meu chapa, meu amigo
MEU LOURO - Meu chapa, meu amigo (vocativo)
MEU NEGO - Meu filho, meu chapa (chegue meu nego, chegue)
MEU PAI / MINHA MÃE - Pai / mãe
MEU PAI - Cara (digaí, meu pai!)
MICARETA - Micareme, carnaval fora de época
MINDUINS - Amendoim (menino gritando na praia: "Ói minduins!")
MINGAU DE CACHORRO - Mingue feito com farinha de mandioca e água, para quem está fraco
MINHA PRÓ - Professora
MINHA TIA - Vocativo para alguém mais velho (ô minha tia, dá licença aí?)
MIOLO DE POTE - Papo furado
MISSE - Grampo de cabelo
MIUÇALHA - Miudeza
MOCÓ - Sacola de palha (ver bocapiu)
MOCOFAIA - Lugar cheio de bagulho, bagunçado
MOCOFOIADO - Escondido
MOCORONGO - Desajeitado
MOCOTÓ-MOVEL - A pé (fui de mocotó-movel)
MOFINO - Frouxo (pessoa)
MÓI - Molho de verduras (ô freguês, a quanto é o mói de coentro?)
MONDRONGO - Coisa mal feita; de acabamento ruim
MONTAR BICICLETA - Andar de bicicleta
MOQUECA - Além de comida típica, significaa carro com a lataria estragada; mulher feia e pelancuda
MORAL DE JEGUE - Falsa moral
MORCEGAR - Andar pendurado atrás do ônibus
MORDER - Ganhar mulher
MORDER A CORDA - Cozinhar alguém, protelar, não se comprometer

MOROTÓ - Bicho de porco

MORREU AÍ - Fim de papo
MORTA-FOME - Esfomeado; guloso; avarento
MOSSA - Amassado de carro (ou de lata
MOTÔ - Motorista de ônibus
MUDERNO - Jovem, moderno (ele até que é bem muderno!) (assim bem muderninho!...)
MULEMBO - Desarrumado, desajeitado
MURIÇOCA - Mosquito, pernilongo
MUTUCA - Mosquito; trouxinha na cabeça feita com o próprio cabelo
MUVUCA - Festa de última hora
NA BIELA - Sozinho, sem namorado
NA BISTUNTA - Acerto feito sem regra determinada; orçamento de obra feito sem medição
NA CASA - Aqui no trabalho (tá faltando caneta na casa)
NA INTENÇÃO - No pé de alguém, a fim de conquistar ou de perturbar (ele hoje tá na minha intenção)
NA LAMA - Na pior
NA LEVADA - Na onda (rumbora, galera, agora é na levada do reggae!)
NA MÃO GRANDE - Algo feito com poucos recursos, na marra
NA MOLEQUEIRA - De brincadeira
NA MORAL - Numa boa; vá lá... (painho, me dê um dinheirinho aí, na moral)
NA ONZE - A pé
NA PALETA - A pé
NA PINDAÍBA - Na pior; sem grana
NA PIPOCA - Brincar o carnaval sem ser em bloco
NA PREGA - Sem fazer nada (Maricarmen adora ficar na prega)
NA SUA MÃO - Com você (tá na sua mão)
NA TAMPA - No ato, de imediato; na conta certa
NA TORA - À força, obrigado
NÃO CONTAR CONVERSA - Não perder tempo
NÃO DAR VENCIMENTO - Não dar conta, ter algo em excesso (a festa tinha comida que não dava vencimento)
NÃO FAZER "O" COM O COPO - Não saber ler nem escrever
NÃO SAIR DA SAIA - Colar com alguém, não desgrudar
NÃO TEM (...) CERTA - Essa vai ser fogo explicar... Usado para confirmar algo, mesmo que existe algum empecilho (você vai à praia com essa chuva? ôxe, não tem chuva certa!)
NÃO TEM ERRADA - Não há como errar
NÃO TEM NEM PRA ONDE - De jeito nenhum
NÃO VAI DA PRA MELAR - Não vai ser suficiente
NARIZ-DE-CERA - Cara que conversa fiado, enrolador
NEGO-BOM - Doce de banana redondo
NEM TCHUM - Nem te ligo, não quero nem saber
NESSISTANTI/NES'TANTI/NESTANTI - Agora há pouco, neste instante (ele saiu daqui nes'tanti)
NICA - Moeda, níquel
NICO - Mico
NIGRINHA - Alguém de baixo nível ou que só faz cagada
NIGRINHAGEM - Baixaria, baixo astral (deixe de nigrinhagem!)
NÓ-CEGO - Pessoa complicada
NO CORRER - Na região, no pedaço (o bar de Zezinho fica naquele correr das barracas do Rio Vermelho)
NOVE E QUATRO - Nove vírgula quatro (na prova) (tirei nove e quatro, e você?). Vale pra qualquer nota
NUM SABE? - Sabe? (acho que eu vou, num sabe?)
NUM TÔ AÍ NEM VOU CHEGANDO - Nem é comigo
NUM TÔ CUMENO NADA DISSO - Nem vem que não tem, não tô acreditando nessa história
NUM TÁ AÍ NEM TÁ CHEGANDO - Num tá nem aí
PACHOCHADA - Dito insultuoso, ofensa verbal
PACUÇU - Mulher feia
PAGEAR - Adular
PAINHO/MAINHA/VOINHO/VOINHA - Pai / mãe / vô / vó
PALETA - A pé
PALETADA - Caminhada longa a pé
PALETEIRO
Quem anda muito a pé
PALITINHO
Porrinha
PANACUM
Cesto de cipó com alças
PANO-BRANCO - Marcha branca na pela
PÃO-DONZELO - Pão sem manteiga
PAPAGAIO - Urinol para homem no leito
PAPEIRA - Cachumba
PARE, VIU? - Cê para, hein?
PAROANO - Ano que vem
PAROARA - Bobo
PARQUETINA - Qualquer tipo de cera para o assoalho
PASSADEIRA - Travessa de cabelo, diadema
PASSADO - Estragado
PASSAR - Conferir (dinheiro)
PASSAR BATIDO - Passar ligeiro, passar sem notar; entender algo facilmente
PASSAR O TOCO - Conferir o troco
PASSARINHA - Baço de boi frito em fatias
PASSEIO - Calçada
PATACHO - Relógio
PATULÉIA - Povão, ralé, plebe
PAULISTA - Corte da carne com que se faz lombo
PÉ-DE-CABELO - Inflamação da raiz do cabelo, parecida com furúnculo
PÉ-DE-GENTE - Pessoa (não tinha nem um pé-de-gente naquela festa)
PÉ-DE-PLANTA - Muda de planta
PEBA - Tapa na testa; chinfrim; não original; matuto; de má qualidade
PECA - Passada (fruta ou verdura); pessoa sem graça, sem expressão
PEÇA - Buffet, armário
PEDIR PRA MORRER - Sentir uma vergonha imensa
PEGADA - Disputa de pipa (pegada de arraia)
PEGAR NO PÉ - Encher o saco, perturbar, ser insistente
PEGAR NO TOMBO - Empurrar o carro pra pegar
PEGAR O BOI - Conseguir algo com facilidade, se dar bem
PEGAR SEU GUARANI - Pegar moleza
PEGAR UMA APOSTA - Fazer uma aposta
PEGUENTO - Pessoa pegajosa; criança dengosa; grude
PERAINDA - Peraí
PERCATA - Sandália
PERDER A CHAVE -Ficar sem graça, perder o rebolado
PERERÊ, PÃO DURO - Aí, então...
PERIQUITO - Papagaio de papel
PESCAR - Colar (escola)
PIAUI - Cabeleiera "black power"
PICADO - Rápido, apressado (o cara saiu picado.)
PICAR - Arremessar algo, jogar (vou picar isto em sua cara)
PICUINHA - Frescura; detalhe sem importância; intriga
PICULA - Pique de esconder
PILHA - Lanterna
PINGUÇO - Bêbado
PINGUEIRA - Goteira
PINGUELO - Grelo
PINHÃO - Peão de obra
PINHÃOZADA - Peãozada
PINTÃO (MENINO) - Menino perturbado, arteiro
PINTAR - Fazer arte, perturbar (e os meninos, pitando muito?)
PIRIPICADO - Com certeza, você vai ver (piripicado, como eu vou embora.)
PISAR NA MÃO - Ficar bêbado
PISAR NA TRIPA - Estar morto de fome
PITUBOIÃO - Cocô boiando na água
PIXOTE - Alguém fraco em alguma coisa (o Leôncio é um time de pixote mesmo, né?)
PLANTAR UM PEZINHO DE CÁ-TE-ESPERO - Deixa comigo, você vai ver só
PÔ - Talco
POCAR - Furar, estourar (a bola pocou!)
POMBA LERDA - Lento, bobo
PONGAR - Pegar carona; embarcar na idéia de alguém; pegar ônibus ou trem em movimento
PONTA DE GRAFITE - Grafite (de lapiseira)
PONTAS - Roupas, sapatos e qualquer utensílio usado, que se recebe de outra pessoa (Carla vive pegando minhas pontas)
PONTINHO - Embaixada (futebol)
POR HONRA DA FIRMA - Algo feito contra a vontade (só fui mesmo por honra da firma)
POR NOME - Chamado (tinha um cara por nome Zé...)
POR VIDA - Sempre, direto, constantemente (Aloisio tem por vida ficar olhando as meninas)
PORRA, VELHO!.... - Podes crer!...
PORRE - Chateação, saco (a festa tava um porre!)
PORRETA - Legal; gente fina
PORRETEIRO - Caloteiro, trambiqueiro, desonesto
PORTADOR - Quem leva ou pega criança na escola (Lourdinha, seu portador chegou!)
POSSA SER - Pode ser (possa ser que eu vá)
PRA MAIS - Acima do normal (esse menino é pra mais)
PRA PIRÃO - Pra valer
PREGUEIRO - Quem vive "na prega", à toa, coçando o saco
PRESA - Barragem, represa
PRESILHA - Alfinete
PRIMO CARNAL - Primo irmão, de primeiro grau
PRIMO CARNAL DE BUCK JONES - Alguém sem importância
PROCURAR CONVERSA - Falar demais, ser inconveniente
PROCURAR FRETE - Procurar confusão
PUCUMÃ - Teias de aranha; sujeira no teto
PULAR CANCELA - Pular carniça (jogo)
PULAR DE CABEÇA - Pular de ponta (mergulho)
PULAR MACACO - Pular amarelinha
PUNÇA - Esponja de passar pó-de-arroz
PUNHETA - Bolinho de tapioca
PURGANDO - Escorrendo pus
PURO - Vazio; sem acompanhamento (o copo tá puro; comi feijão puro)
PURRÃO - Vasilhame de barro para armazenar água de beber
PURURUCA - Nem mole, nem dura

89 comentários:

  1. ESSAS GIRIAS AI ALGUMAS PODE SER DE BAIANO MAS TEM OUTRA Q Ñ TEM NADA A VER

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. tbm achei, nada a ver mesmo. varias coisas que nunca vi baiano falar.

      Excluir
  2. oxente, carma soh ocês ai gente boua.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. pareceu mais mineiro que baiano

      Excluir
    2. Mineiro n sabe nem oq é comer agua

      Excluir
  3. nao se eskeção do "Migué"

    ResponderExcluir
  4. Nada aver com as girias dos baianos .. aff

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tabém acho sou baiano do sul da bahia e nn vejo isso ai n

      Excluir
    2. pois conheço 90% dessas girias viu kkkkkk tudo aver mesmo

      Excluir
  5. avexar é mais pra 'não desista'

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Avexar = apressar. Não precisa se avexar = não precisa ficar apressado ou agoniado. Se avexe não = não se apresse ou não se preocupe. Avexe menino = se apresse menino. Tá avexado assim pq = tá apressado assim pq?

      Excluir
    2. Oq signifca vc fecha,vindo de um baiano,ou melhor uma baiana

      Excluir
  6. essa porra ai é nada de salvador que povo sem menti ai e girias do brasil enteiro.

    ResponderExcluir
  7. ME NADA A VER ESSAS GIRIAS.AFFS

    ResponderExcluir
  8. quem fala assim e nordestino seus burros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. aiiaiaiai é nordestino ou baiano ...kkkkk to fazendo trabalho e copiei errado nuusss sacanas em ...

      Excluir
    2. e o baiano é oque se não nordestinoo??? até onde eu saiba a Bahia fica na região NORDESTE!!!!

      Excluir
    3. Conserteza né...A bahia fika no nerdeste jumentos,vão aprender geografia depois vcs postam em um blog!

      Excluir
    4. ô jumento e a bahia fica onde ? no sul do pais?

      Excluir
    5. seu demente a bahia fica aonde se nao for na bahia ?? ainda chama a gente de burro ... seu demente ... fumou droga foi ?

      Excluir
  9. Quem postou essas gírias, é porque nao conhece o Baiano! Procure se informar direitinho..como se diz..
    Que bixo zarro é esse? rsrs..
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quem escreveu esse blog é exatamente baiano então pessoinha....acho q errada(o) só pode ser vc!

      Excluir
    2. Porra! Tenho 30 anos nasci e moro na Bahia e nunca vi quase nigm falar metade dessa palavras.

      Excluir
  10. vai tomar no cu porra ...copiei errado entao

    ResponderExcluir
  11. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  12. oxiii nads a vê eu sou baiana ii num falo nenhuma dessas girias so algumas como barril, feixou la, jaer aff etc etc

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vc não fala porque com certeza é novinha eu achei massa é isso ai ta perfeito.

      Excluir
    2. Vc não fala porque com certeza é novinha eu achei massa é isso ai ta perfeito.

      Excluir
  13. eu sou da bahia é falo algumas dessas girias mais tem umas ai que eu desconheço eu credo em Ah e para os brocôs ai querendo tá um de esperto fika dizendo quê ai não é girias baiana algumas são sim quê eu falo vcs ficam dando opinão sem sabe sai dai bando de cuzão

    ResponderExcluir
  14. Muito legal mesmo! Mas tem algumas gírias que não são usadas em muitos lugares da Bahia! Mas gostei bastante ;)

    ResponderExcluir
  15. Ande q baiano fala isso tudo .
    A maioria num é daBAHIA ate minha avó mesmo num conhece varias dessas.
    Oxi nada a ver colé de mermo.

    ResponderExcluir
  16. espero que esteja certo !!!
    Pois estou fazendo uma carta pro meu tio que é baiano mas sou paulista

    ResponderExcluir
  17. 5% das gírias são verdade. O resto ninguém fala e nem conhece.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. 95& Das Gírias São Verdade. O Resto Ninguém e nem Conhece

      Excluir
    2. Faltou piriguete e o meu santo não bate com o dele(a),faltou também:é ninhumas, faltou: Ou mais.faltou : Quaalll! E muitas outras.Aliás aí confundiram,na verdade, expressões da fala com gírias, por isso deu essa confusão.

      Excluir
  18. Giria é uma coisa,escrever errado é outra coisa .Tem gírias aí que eu desconheço.

    ResponderExcluir
  19. Ópaí ... kkk Meio nada a ver com noiz baianos'
    "Oxente" tem 90% que nunca vi aqui'

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oxente mainha, cê tem a certeza que tá na Bahia? Vira e tocar tem alguém falando isso

      Excluir
  20. Estou desconfiada de que não estou na Bahia, 99% das gírias eu nunca ouvi O.o

    ResponderExcluir
  21. ARROZ DOCE - Pessoa que está em toda festa ou em todo lugar, que está em todas ??????????????????????????????
    Arroz doce pra mim é comida !!

    ResponderExcluir
  22. quem foi o idiota que fez essas girias ela e de marte

    ResponderExcluir
  23. tem certesa que essas girias sao da bahia entao sou japones pois ta errado o estado

    ResponderExcluir
  24. Quem fez essa lista não fez um trabalho realmente responsável de pesquisa.

    Sou baiano, nascido e criado na cidade de Ilhéus, e desconheço a maior parte dessas "gírias". E entre as que conheço, digo que com certeza não são de baiano.

    Sempre ouvir dizer que da boca para fora qualquer um pode falar o que quiser, mas estou chegando a conclusão de que na internet a coisa é a mesma: qualquer um escreve/posta/compartilha o que quiser.

    Se o que está sendo dito é verdade ou não cabe a nós decidir. E no caso dessa postagem não deve ser levada a sério. É apenas mais uma baboseira na internet.

    ResponderExcluir
  25. que siginifica a giria peda ?????????

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahahahhaa, é tipo "cara" ou "brother"
      Ex: E aí minha peda!
      Rapaz, minha peda ele viu!

      Excluir
  26. Oxente não e nada de baiano essa giria.

    ResponderExcluir
  27. sou vendedor e viajo do Maranhão ao Rio grande do sul e escuto a maioria dessas girias em varias cidades. Então podem ser consideradas brasileiras simplismente,

    ResponderExcluir
  28. kkkkkkkkkkk nada a ver nos baianos falamos com girias totalmente diferente dessas ai o povo que coloca palavras na Boca do baiano, kkkkkkk é onda viu vey :)

    ResponderExcluir
  29. Sou mineira e fui adotada pelos baianos(n existe no país povo tão receptivo)mas 90%dessas gírias nunca escutei por aqui.Q tal falar do alfabeto? É a coisa mais fofa do mundo!!!!

    ResponderExcluir
  30. Sou Baiana e nunca vi a maioria das gírias ai

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. sou baiana desde de sempre e essas girias e do nordeste ahh e ai quem ta dizendo e essas girias sao de mineiro ta mentindo que mineiro ENCURTA AS PALAVRAS

      Excluir
  31. Sou da Bahia , mas nunca vi todas essas gírias!

    ResponderExcluir
  32. Abafada(o) = Muuuuiiiiiiitooooo ocupada(o) rsrsrsrsrs Sou "soteropolitana" há 05 meses (de Sampa prá SSA) e ouvi várias das gírias listadas... rsrsrsrs). Parabéns pela ideia. Adorei!!!

    ResponderExcluir
  33. Que coisa idiota!
    Muitas palabras ai nao sao girias e nem sao comuns na bahia.

    ResponderExcluir
  34. Rapaz !! cês levam as coisas muito a serio, principalnente a vida dos outros! Rsrs. Deixa o bixinho fazer o trabalho dele, e dai se baiano fala assim ou assado? E dai se alguns acham nada a ver o modo com o que falamos? Cada um com suas ideias e aceitaçoes ! Oxee, ninguem tem agradar ninguem nao, aceitem ! Adoro quando zoam comigo mr chamando de baiana, slu tao orgulhosa, mas tao orgulhosa, que fico mesmo é lisongeada de saber que somos tao lembrados e invejados ! :)
    Bjim no ombro !!
    A chapada diamantina eh nossa !
    ;)
    Xaaaaaauuu
    Jamile '!

    ResponderExcluir
  35. FOI MAU DESCULPESMO E ISSO M

    ResponderExcluir
  36. não posso afirmar que todas são, mas acredito que muitas são ditas em algumas partes da bahia e outras são faladas em outros municipios, porque dentro da bahia mesmo existe alguns vocabularios locais, eu sou baiana e sei que algumas palavras são pouco ou raramente usada mas outras são constantes, como: A pulso, num tô nem ai nem tô chegando, num tô cumeno nada disso, essa carreira me deu uma dor de facão, azuado, e muitas outras que realmente são falada, e também tem que se considerar que muitas dessas palavras migraram para outros estados,e foram encorporadas ao vocabulário local, mas a maioria delas é de origem baiana, e pra ser mais exata são tipicas do nordeste.pelo menos é o que sei do que tenho estudado.

    ResponderExcluir
  37. Essas gírias são todas de BAIANO sim, é que as pessoas que moram no lado Sul da Bahia e na capital, não falam muito, ou usa algumas.. mas quem mora no Sertão da Bahia ou no Interior puxado para o sertão fala tudo isso sim. Deixe de cheiro mole rebanho de cabra safados.

    ResponderExcluir
  38. Acho que quem publicou estas besteiras deve ser uma bicha pão c/ ovo poc poc que não tem o que fazer e é sem noção. Sou baiana nascida em Ilhéus e lá não falamos está coisas, desconheço a maioria destas gírias, vai se fuder quem publicou estas merdas.

    ResponderExcluir
  39. Esqueceu do "tu é dodjo véi"

    ResponderExcluir
  40. Nada a ver tio ta muito doido é ? . 90% disso tudo não tem nada a ver com o baiano .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vinda de uma baiana,oque significa(vc fecha mesmo heimmm)?

      Excluir
  41. Nada a ver tio ta muito doido é ? . 90% disso tudo não tem nada a ver com o baiano .

    ResponderExcluir
  42. O que significa AVIÃO, além de mulher bonita?

    ResponderExcluir
  43. O que significa AVIÃO, além de mulher bonita?

    ResponderExcluir
  44. Punheta = Bolinho de Tapioca? Tu ta Fumando o que?
    O que As Drogas Fazem com as Pessoas...

    ResponderExcluir
  45. CABEÇA DE ARROMBA NAVIO...
    KKKKKKKKKK

    ResponderExcluir
  46. véi, quero saber q disgraça quí é "tá rebocado", colé do maluco qui mim ajuda aí?

    ResponderExcluir
  47. O Que Significa Cabrão Na Gíria Baiana '?

    ResponderExcluir
  48. sou da Bahia e desconheço a maioria destas girias

    ResponderExcluir
  49. Falto Baratino , pilhoso , várias

    ResponderExcluir
  50. Sou baiano morei no litoral e no interior. Conheço talvez 10% destas gírias. Pode ser que muitas estão em desuso, outras são de regiões que não conheço (o sertanejo por exemplo tem gírias diferentes do litorâneo. Também não conheço todas regiões da Bahia. Não posso afirmar que não existem. Algumas são populares em outros lugares do Brasil. Hoje estou no sul de MG. Difícil avaliar mas desconfio que muitas não são de meu tempo. "Massa real" eu só ouvi na infância!

    ResponderExcluir
  51. Sou Santista,neta de Baiano de Caitité ,os baianos são unicos,tenho orglho de ter sangue baiano nas feias ,e ter filhos nascidos aqui,adoro nossa culinária e nosso dicionário que é unico.Povo retado de bom

    ResponderExcluir
  52. Faltaram:
    Quiboa = água sanitária
    Opacá = olha aqui
    Tô te dano a visão = estou te alertando

    ResponderExcluir